Estrada do Pico Agudo em Santo Antônio do Pinhal recebe melhorias

estrada-pico
Pertinho de Campos do Jordão existe um local que muitos turistas deviam conhecer pela exuberância e belo visual. Antes de chegar à “Suíça brasileira”, o motorista pode adiar um pouco sua#Viagem e visitar o Pico Agudo, em Santo Antônio do Pinhal.

O local é o principal ponto para a realização de saltos de asa delta e parapente na Serra da Mantiqueira, em São Paulo. A região também é apreciada pelos visitantes que encontram em seu topo um empolgante retrato do Vale do Paraíba e Serra da Mantiqueira, sendo um cenário perfeito para fotos e selfiespara famílias, namorados e admiradores.

INVESTIMENTO

A colocação de guias e sarjetas, a instalação de pavimento de bloquetes e outras melhorias na estrada estão sendo realizadas pelo governo estadual, que estimou a obra em pouco mais de R$ 200 mil e com duração de um ano para conclusão, iniciada em setembro de 2015.

Neste local, existe um serviço para saltos e segundo relato dos profissionais, a obra é um grande apoio para aumentar o fluxo de visitantes e oferecer segurança para os motoristas. Também, dizem eles, que além da melhoria na estrada, seria positivo se a infraestrutura pudesse ser melhorada, com um estacionamento ordenado e alguma instalação de alimentação móvel (truckfood) com sanitários, que respeitassem a legislação ambiental e que oferecessem produtos e serviços que possam ser ecológicos – levando a sujeira e o lixo no retorno à cidade.

Localizado em Santo Antônio do Pinhal, o acesso ao Pico Agudo é feito por uma estrada vicinal de oito quilômetros. Mais próximo ao pico, o motorista enfrenta ladeiras íngremes e com piso irregular, desafiando o turista a sentir um pouco de adrenalina até alcançar o topo. Apesar da estrada estreita e aclive acentuado, qualquer veículo é capaz de levar os apreciadores da #Natureza.

SERVIÇO

O visitante que quiser arriscar uma aventura pode contratar no local profissionais que realizam salto em duplas. No local tem uma empresa de esportes de aventura e segundo os profissionais, a experiência é única e pode ser praticada por quase todas as pessoas, menos aquelas que têm medo de altura.

A infraestrutura é básica, com uma pequena barraca que vende água e sucos e não há banheiros no local, pois se trata de uma região de preservação ambiental, proibindo a instalação de edificações. Do centro de Santo Antônio do Pinhal ao pico, o motorista gasta cerca de 15 minutos para atravessar oito quilômetros de estrada, passando por belas paisagens, sítios e pequenas cachoeiras com água cristalina.

COMO CHEGAR

O acesso para Santo Antônio do Pinhal é pela rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro, que tem ligação com a Via Dutra e Ayrton Senna, facilitando o acesso de quem chega do Rio de Janeiro ou São Paulo. Dentro da cidade, há placas indicativas orientando os visitantes e na estação turística na entrada, é possível obter um mapa. #Turismo

 Fonte: http://br.blastingnews.com/sao-paulo/2016/02/estrada-do-pico-agudo-em-santo-antonio-do-pinhal-recebe-melhorias-00777941.html